• alziraboechat

COMO VOCÊ VÊ/VIVE A QUARENTENA EM ESTOCOLMO?

Atualizado: Abr 23


Foto de capa do jornal de bairro, Mitt i, publicado no nosso bairro, Kungsholmen

A chamada da capa é "PRAÇAS E RUAS VAZIAS"


Estocolmo, 22/04/2020 Véspera do Dia de São Jorge e do Alexandre!

Antevéspera do dia da Isabela, minha afilhada!

Dia da Mariana!


Bom dia! Dia de sol maravilhoso hoje aqui! Mais um ! Essa semana teremos novamente dias magníficos com sol para eu tomar banho de sol na varanda na quarentena! Fernanda, a fada que faz a estrutura do meu blog funcionar com a varinha de condão dela, me disse ontem que ela põe um puff no balcão e trabalha no sol. Já Ari e o amigo dele , Stefan,concordaram que a quarentena caiu na época certa aqui, com essa primavera deslumbrante, arrastando o verão atrás dela.

E eles tem razão: olhar lá para fora e ver essa paisagem, é melhor do que ver dias escuros, não é?

É, mas sempre penso:" Com esse sol, muita gente vai sair e ficar junto sem se preocupar se o vírus se espalha ou não aqui." Isso porque aqui o governo não fechou, não disse "Fiquem em casa!" Isso foi sugerido apenas. Restaurantes, hotéis, praças, cafés, tudo está aberto e sendo frequentado. E a curva de contágio está subindo.

Na caminhada de hoje, nessa praça da foto abaixo,notamos que havia muito lixo em volta das lixeiras porque elas estavam cheias; pudemos imaginar a quantidade de pessoas que estiveram lá ontem , dia de sol bem quente.

A chamada da capa do Mitt I que recebemos, "Praças e ruas vazias", não combina com o que vimos hoje na praça onde estivemos: sinais de festa e,num bar, Boulebar, que estava sendo reconstruído, vimos um cartaz afixado onde se lia "Reabertura dia 17/04/2020." Já está reaberto então.

Tenho orado pedindo que a espiritualidade inspire os responsáveis pelas decisões durante a pandemia,para que tomem as decisões mais "corretas" possíveis, sabendo que eles estão fazendo o melhor que podem dentro da situação e de acordo com aquilo em que eles acreditam.


Parque aqui perto de casa onde caminhamos hoje às 6:00

Pessoal que caminha e corre estava começando a chegar; ficamos pouco. Amanhã vou às 5:30!


Uma das características de Estocolmo(e imagino que da Suécia) que me maravilha é a maneira como o povo sueco se apropria/usa os espaços públicos de qualquer tipo(parques grandes, parques pequenos,com muita árvore ou menos, dentro da cidade ou fora). Todo tipo de pessoas frequenta os espaços públicos: idosos, jovens, gente fazendo ginástica, grupo familiar, grupo de amigos, grupo do trabalho.

No verão as praias da cidade , com ou sem areia, ficam cheias, cada um com seus sanduíches e frutas, crianças de todas as idades, esticando suas toalhas para tomar sol e banho.

Eu, que venho de cidade onde não há nenhum espaço público desse tipo, um parque grande com grama e árvores, fico sempre maravilhada, mesmo depois de morar aqui por muitos anos.

Agora, durante a pandemia, essa característica, confesso, tem me espantado: eles continuam a frequentar os parques e todo tipo de espaço público, como se o vírus não existisse, ou eles fossem imunes a ele.Estamos em quarentena desde começo de março, mas Estocolmo não fechou.

Fico também bastante surpresa com esse comportamento já que se pode ver diariamente no jornal na tv o que está acontecendo nos outros países da Europa que demoraram a tornar lei o "ficar em casa", onde os presidentes,governadores e prefeitos estão agora reconhecendo que demoraram a fechar e, por isso, houve muitas mortes. E continuo em casa; e continuo vibrando e orando para a estratégia do governo sueco estar protegendo a população e as pessoas diretamente envolvidas, como os que trabalham nos hospitais, e em outros serviços essenciais.

Nós temos amigos que não podem ficar em casa. E isso também é situação incrível: umas pessoas podem e outras não.

Por de sol da minha janela ontem

O sol se põe na praia perto daqui, mas numa certa altura ele se reflete nas janelas e colore o céu nessa parte que vejo da janela.

O por de sol na praia é deslumbrante!

Uma das fotos que tirei dum restaurante dentro da água na praia de Hornsberg.


Abaixo o link para o blog de Sandra Cohen em O Globo . Ela comenta a situação atual da Suécia e as resoluções do governo.Confira aqui.

https://g1.globo.com/mundo/blog/sandra-cohen/post/2020/04/20/na-contramao-do-confinamento-pandemia-se-alastrou-na-suecia.ghtml



Você que está em Estocolmo, como está vendo/vivendo a pandemia/quarentena aqui? Me escreva e publicarei sem seu nome.

Hoje Ari me disse que a Greta, a menina sueca defensora da melhoria das condições climáticas na Terra, mora a 2 km ,mais ou menos,da nossa casa. Sabia que ela vivia no mesmo bairro. Fiquei pensando que seria interessante saber se ela está surpresa como eu com a cidade aberta.

Desejo a todos um excelente tempo de espera, aproveitando para entrar em contato com nossa alma e apaziguá-la como já podemos. E, quem sabe?,usarmos esse tempo de espera para aprendermos um pouco mais sobre ela e suas necessidades.

Com carinho,

Alzira Maria




0 visualização
banner-dois.png

© 2019 - created by Fernanda Curcio          |           Política de Privacidade