• alziraboechat

SABE QUEM DESCOBRIU A MANEIRA CORRETA DE LAVAR AS MÃOS PARA PROTEÇÃO CONTRA VÍRUS?

Atualizado: Jun 5





Estocolmo, 20/03/2020


Faz mais de 50 anos , li a história de vida e de profissão de Ignaz Phillip Semmelweis numa das muitas Seleções do Reader`s Digest que papai tinha. Ele comprava(ou assinava?) sempre essa revista; nessa época(não sei se até hoje), no final da revista havia um condensado de um livro e eu sempre lia essa parte.


Papai ganhou também de um dos tios da mamãe, Amadeu Tinoco de Lacerda, que foi prefeito da nossa cidade, Itaperuna, RJ, a coleção de Reader´s Digest que ele tinha; imagino o tesouro que foi para papai . Para mim foi ouro puro: muitos e muitos e muitos textos a serem lidos.


Num desses livros condensados, li sobre a descoberta de Ignaz Semmelweis, que vocês podem ler completa no link que compartilho no final.

Era a história de um médico que foi trabalhar num hospital em que mulheres chegavam sãs, sem nenhum problema para ter seu parto, tinham os bebês e depois, sem nenhuma explicação, adoeciam, sempre com os mesmos sintomas, e morriam.


Ignaz não se conformava com essa situação e achava que devia haver uma causa e ele se propôs a descobrir qual era. Começou então a observar tudo que se relacionasse a isso no hospital. Somando evidências, e ajudado pela morte de um médico, com os mesmos sintomas de que morriam as mulheres depois do parto. Por ser um homem e ter tido os mesmos sintomas, ele desconfiou que talvez a doença não tivesse ligação direta com o parto.



E descobriu então que estudantes, que trabalhavam no hospital e dissecavam cadáveres para estudar, vinham desses estudos direto para o hospital e faziam exames de toque nas mulheres sem desinfetar as mãos!!!!! Não se sabia nada sobre vírus e micróbios nessa época, mas ele desconfiou que fosse isso, pois as mortes aconteciam mais na ala em que esses estudantes trabalhavam.


O trabalho dele maior foi então convencer os estudantes de que eles estavam trazendo o que causava as mortes. Eu me lembro do meu nervoso, lendo a história, com a dificuldade dele em convencer os estudantes dessa ideia nova, em conseguir que eles ultrapassassem as crenças deles e aceitassem as evidências que ele trazia, mesmo que o vírus fosse invisível aos olhos, porque estava visível nas mortes das mulheres , sãs antes do contato com eles.




E hoje, em tempo de Corona vírus, o modo de lavar/desinfetar as mãos que ele trouxe, mesmo sem alcool-gel, pode salvar muitas vidas!

Viva Ignaz Semmelweis!


Abraço carinhoso,

Alzira


https://pt.wikipedia.org/wiki/Ignaz_Semmelweis

0 visualização
banner-dois.png

© 2019 - created by Fernanda Curcio          |           Política de Privacidade